Friday, June 27, 2014

Matar saudades

Ontem fui dar banho ao material de mergulho (q estava a seco há demasiado tempo...).
Parece q estou de férias num sítio paradisíaco mas é já aqui ao lado ... num dos pontões da costa da caparica (imagine-se...).

























Fotos: Luis Quinta

Tuesday, June 17, 2014

É só sofrer, é só sofrer...

























Foi um desesperante sofrimento colectivo e, o resultado do primeiro jogo de Portugal, não foi mesmo nada fixe... Vamos torcer para que o próximo corra melhor!


Calendário dos jogos transmitidos na SMUP:


Wednesday, June 11, 2014

«Al-Rábita - A Serra e o Homem» teaser



Nem só de bichos vivem os fotógrafos de natureza... 
Sai mais um filme de Luis Quinta e Ricardo Guerreiro, para ver na SIC no próx dia 15 às 12h10.

"Em busca do peixe perdido"

(post com uns meses de atraso...)

"Em busca do peixe perdido" foi uma oficina de 4 dias, nas férias da Páscoa, realizada na Gulbenkian.

Nesta oficina, sob o tema "oceanos", foi abordado um tema por dia (biodiversidade, peixes, pescas e aquacultura) e, em cada dia, foram dadas pistas para encontrar o peixe perdido. Foram dias muito dinâmicos e divertidos.

O dia que gostei mais? foi o dia dos peixes! gostei de ver os miúdos com as mãos no peixe a investigar, a reparar nas diferenças entre espécies e a quererem saber os nomes científicos todos (espanto!! e não é q decoraram facilmente?!)























Mais sobre esta oficina no blog do Miguel Horta (artista plástico e meu parceiro nesta oficina): aqui.

Monday, June 09, 2014

6


















No dia 6 do mês 6, a S. fez 6 anos de vida.
Eu, fiz 6 anos de tia.
Coisa digna de ser comemorada à séria.

Só mesmo pelas minhas sobrinhas é q eu passava uma tarde de sábado enfiada na cozinha... Saiu um bolo à moda da tia mas que a sobrinha também gosta.

Thursday, June 05, 2014

Balaena plasticus - The movie!


video

(trabalhar com fotógrafos só podia dar nisto... :))

Balaena plasticus - "Mar sem lixo, oceanos de vida"

No 1º dia da Semana Verde, apareceram cardumes de crianças do jardim infância, pré escolar e primeiro ciclo para ver a Balaena plasticus. Falámos sobre o grave problema que são os plásticos no mar, as suas consequências e o que podemos fazer para minimizar os danos.




Monday, June 02, 2014

Balaena plasticus - o problema, a inspiração, o objectivo

















A Balaena plasticus é um animal simbólico, inspirado numa baleia de barbas, que pretende chamar a atenção para o problema global que é o lixo marinho.

O lixo marinho é, hoje em dia, um dos maiores problemas do nosso Planeta, tão grande quanto uma gigantesca baleia. Mais de 90% desse lixo marinho é constituído por plásticos de diversas origens e formas.

À semelhança das grandes baleias, que fazem extensas migrações em busca de alimento e de locais seguros para reprodução, também o lixo marinho se distribui um pouco por todos os mares, sendo transportado ao longo de grandes distâncias pelo vento e pelas correntes.

E tal como as baleias, que percorrem oceanos e mares desde a sua superfície até às zonas mais profundas, o lixo marinho também se encontra em toda a coluna de água.

Este esqueleto de baleia, inteiramente construído com plástico encontrado na praia, ilustra de forma clara o grave problema que se verifica a nível mundial, procurando chamar a atenção para as trágicas consequências que o “plástico marinho” pode trazer para a vida dos oceanos e do nosso Planeta.


Fazendo a analogia com o esqueleto de uma baleia viva, a Balaena plasticus aqui exibida procura simbolizar as enormes quantidades de plástico e de micro plástico, nem sempre percetíveis ao olho humano, omnipresentes em muitos ecossistemas marinhos.

A Balaena plasticus é uma instalação artística que representa um esqueleto de uma baleia de barbas, com cerca de 10 metros de comprimentos, integralmente construído com objetos de plástico encontrados na praia. 

Balaena plasticus by night



















Balaena plasticus





















Na preparação da oficina "Beira Mar", para a Gulbenkian, comecei a ficar completamente obcecada com o assunto "lixo marinho" (especialmente, com os plásticos e microplásticos...). Li muitos artigos, vi muitos documentários... Assustador! É um problema muito grave a nível global que a maioria das pessoas não tem noção... 
Daqui, surgiu a ideia deste projecto que rapidamente se tornou realidade. Durante o mês de Maio estive a trabalhar com o Luis Quinta (quem diria que isto seria possível?!... nem nos meus sonhos mais loucos) na Balaena plasticus que foi construída unicamente com objectos de plástico branco encontrados na praia.


Balaena plasticus
Design e concepção: Baleia Salgada & Kinta (Ana Pêgo e Luis Quinta)
Apoio: Câmara Municipal de Almada.

A Balaena plasticus está em Almada (praça da Liberdade), no âmbito da semana verde, e recebe visitas 24 horas por dia até dia 05 de Junho de 2014.