Thursday, May 29, 2008

Tangerinas irrequietas

O Planeta Tangerina continua a produzir como "gente grande"...

Os vários prémios q têm arrecadado nos últimos tempos só os tem motivado e a prova disso é que acabaram de chegar às bancas mais dois livros. LIIIINDOS (para variar...)


A não perder:

Coração de mãe (texto de Isabel Martins; ilustrações de Bernardo Carvalho);


e O meu vizinho é um cão (texto de Isabel Martins; ilustrações de Madalena Matoso)



ESTÃO NA FEIRA DO LIVRO!!!!
mais pormenores aqui

No blog do Planeta Tangerina podem acompanhar todas as novidades!!!

Wednesday, May 28, 2008

Correu muito bem!!

Não tenho tido muito tempo para escrever no blog mas não queria deixar de dar notícias sobre a Visita guiada às Avencas...


Quando vi aquela gente toda deu-me uma grande nervoseeeeiiira... mas depois correu muito bem! A Verita, habituada a falar para uma assistência, dominou o discurso logo de início com a maior das facilidades. Parabéns e obrigada, amiga!!



Fotos: gentilmente cedidas pela mana Nônô. Nesta última, muito artística, são cracas vistas através de uma lupa.

Friday, May 23, 2008

Visita guiada à nossa praia!


O Roteiro do Património Concelhio de Maio propõe uma visita à zona entre-marés da Praia das Avencas, a denominada Zona de Protecção Biofísica das Avencas.

Esta praia situa-se na Parede, entre a Praia da Bafureira e a Praia de Parede. O seu nome deriva da tradicional ocorrência de uma planta na falésia da praia: a avenca (Adiantum sp.). Caracteriza-se por uma zona de areal de pequena dimensão, envolvida a sul por uma extensa plataforma rochosa, em degraus que ficam gradualmente expostos durante a baixa-mar.
Sendo uma área de fácil acesso, este habitat tem sido bastante mal tratado pelo homem ao longo dos anos. Entre muitos outros factores, a captura excessiva de organismos levou à diminuição de algumas espécies, como o polvo e a navalheira, e ao desaparecimento de outras, como a santola.

A zona entre-marés (ou intertidal) é uma área restrita de transição, onde os limites do mar e da terra se confundem ao ritmo das marés. Nela habitam algumas comunidades de animais e plantas muito produtivas e bem adaptadas às condições ambientais extremas, constituídas por consideráveis gradientes físicos, químicos e biológicos. A incidência da luz solar, a forte acção mecânica das ondas (hidrodinamismo), a variação da temperatura e da salinidade, a alternância de períodos de emersão e imersão, entre outros factores, influenciam claramente a distribuição das espécies. Animais e plantas são obrigados a suportar, no mesmo dia, as condições de inundação por água salgada e sobreviver à castigadora exposição solar. Por esse motivo, os organismos intertidais desenvolveram extraordinários mecanismos de adaptação: na maré baixa, alguns animais fecham-se de modo a manter a humidade no seu interior, como é o caso de anémonas, lapas, burriés, ou os mexilhões; outros animais mudam-se para locais mais abrigados, como poças, e algumas algas estão preparadas para perder água dos seus tecidos. De forma a suportarem a força violenta das ondas na maré-alta, os percebes, os mexilhões e algumas algas desenvolveram sistemas de fixação muito resistentes.

Com esta acção pretende-se sensibilizar o público para o biótipo da zona intertidal, a sua importância ecológica e as inter-relações entre organismos deste habitat, factores que limitam a sua distribuição e factores de perturbação.

Os participantes devem vestir calçado/vestuário apropriado para andar nas rochas, de preferência impermeável.



25 de Maio
Domingo das 10h às 13h00
Zona de protecção biofísica das Avencas
Visita guiada com deslocação em autocarro.
Inscrições a partir do dia 19 de Maio pelo tel.: 214825453.
PONTO DE ENCONTRO: PÇ. 5 DE OUTUBRO


Se se increverem, têm direito a seguro de acidentes pessoais (pode dar jeito... nunca se sabe) mas podem ir lá ter na mesma, sem inscrição.




Este foi o texto que saiu na Agenda Cultural de Cascais (da minha autoria).
Foto: esta fui eu q tirei e a que está na Agenda, embora não esteja lá escrito, também é minha.

Thursday, May 15, 2008

Ondinha...


video


Quem não se metia ali sei eu quem era...

Tuesday, May 13, 2008

"OVNI"



Foram precisas 5 pessoas para colocar o "OVNI" no seu devido lugar...

Fotos: Baleia (a reportagem fotográfica só foi possivel realizar após o transporte)

Wednesday, May 07, 2008

Saturday, May 03, 2008

Acho que alguém viu um OVNI...

No início da semana reparei nesta "tampa" no meio dos pinheiros. "mas o q é q isto está aqui a fazer? é uma tampa igual à dos nossos reservatórios de água salgada..." Não liguei. Alguém deve ter posto aquilo ali por alguma razão...

Ontem, precisei de bombear água. E como sempre, depois de ligar o botão vou ao "telhado" ver se a água já está a chegar. Subo ao banquinho e... cadê a tampa do reservatório? Não queria acreditar. Afinal a tal tampa no meio dos pinheiros era daqui.

Para a tampa ir alí parar, só pode ter estado um "bruta temporal"!!...

Agora deixo-vos um videozinho para verem o percurso que fez uma tampa de fibra de vidro, com cerca de 1,5m ou 2m de diâmetro (que não consigo levantar sozinha).



video

Quase a rebentar...